Quando se pergunta à directora-geral da Xerox para Portugal e Espanha, Paloma Beamonte, que mudanças quer fazer na operação ibérica, a executiva mostra-se pouco radical.

Paloma Beamonte assumiu o cargo de directora-geral da Xerox para Portugal e Espanha em Abril de 2017 e diz querer aproveitar as sinergias entre as duas equipas da operação ibérica da multinacional.

Mas as prioridades que avança sobre a estratégia da empresa no mercado peninsular são globais: inovação, portefólio e segurança.

Computerworld ‒ Que mudanças tenciona fazer na operação portuguesa e como fica estruturada operação
ibérica? 
Paloma Beamonte ‒ Uma das minhas máximas é que uma evolução é melhor do que uma revolução. A marca
Xerox é uma marca reconhecida e respeitada no mercado português, o nível de serviços e
soluções oferecidas aos nossos clientes, através dos nossos parceiros, é excelente e é minha
prioridade é continuar a trabalhar passo a passo com a magnífica equipa portuguesa para
satisfazer os nossos clientes. Se alcançarmos esse objectivo, significa que estamos a ajudá-los a
fazer crescer os seus negócios.

CW ‒ Quais são as três prioridades que quer estabelecer como principais?

PB ‒ As nossas prioridades são muito claras: inovação, portfólio e segurança. Desde a sua fundação,
a Xerox inovou e ofereceu novas tecnologias e soluções que transformaram o modo como as
pessoas trabalham. Somos inovadores, inventamos e reinventamos soluções para criar um
portfólio variado incluindo serviços de hardware e software para ajudar as necessidades
de todos os clientes.

Focamo-nos em liderar a inovação em automatização, gestão de
conteúdos, comunicação digital, analítica e impressão. No que diz respeito à impressão digital, continuamos a liderar com um conjunto impressionante de equipamentos que oferecem soluções aos nossos clientes através da
inovadora plataforma ConnectKey, ou através de nossas soluções de impressão de produção, como as nossas impressoras digitais de renome ou equipamentos de jato de tinta inovadores.

Quanto à segurança, acabamos de estabelecer uma parceria com a McAfee, já que os novos equipamentos de impressão e dispositivos inteligentes exigem uma abordagem de segurança multifacetada. As soluções de segurança Xerox abrangem quatro pontos chave: prevenção de usurpação de documentos, deteção de dispositivos, deteção de documentos e dados, e colaboração com terceiros, como a McAfee.

CW ‒ Porque razão passou a acumular a gestão do negócio em Portugal com a de Espanha?
PB ‒ À medida que a tecnologia digital avança, a maneira como as empresas se comunicam e trabalham muda. Ao trabalhar em equipa e ao procurar sinergias entre os dois países, espero oferecer aos nossos clientes inovação e uma
melhoria contínua que um fornecedor estratégico deve oferecer, em termos de crescimento, eficiência e produtividade.

CW ‒ Em resumo, o que traz de novo a ConnectKey?

PB ‒ Com o lançamento da plataforma ConnectKey, convertemos os equipamentos de impressão tradicionais em verdadeiros assistentes de trabalho inteligentes conectados à cloud. Entendemos que estão a acontecer grandes mudanças no local de trabalho, que os escritórios tradicionais estão em plena evolução, já que os trabalhadores também estão.

Os processos de trabalho passaram da mesa para os nossos bolsos com os novos dispositivos inteligentes, como tablets, smartphones, etc. Portanto, desenvolvemos assistentes de trabalho conectados a dispositivos móveis e à cloud, o que facilita esta evolução.

Em Março de 2017, lançámos 29 novas impressoras e dispositivos multifuncionais com tecnologia ConnectKey, o que mostra o compromisso da empresa com a inovação de recursos simples e seguros, conexão à Cloud e acesso a aplicações que aumentam a produtividade. A família de produtos inclui uma grande variedade de tamanhos, velocidades e funções que se adaptam às necessidades das pequenas, médias e grandes empresas.

Os novos produtos pertencem à série VersaLink e AltaLink. Os primeiros foram projectados para pequenos grupos de trabalho e equipas distribuídas e incluem 19 impressoras e equipamentos multi-funcionais (MFP). A série AltaLink inclui 10 MFPs projectados para grandes grupos de trabalho ou com maiores necessidades no volume de impressão.

Em suma, o lançamento desta plataforma foi o maior lançamento na história da Xerox e,
novamente, mostra o nosso compromisso em ajudar nossos clientes.

CW ‒ Que especificidades em modelos de negócio é que a oferta disponibiliza aos parceiros?

PB ‒ O que procuramos com os parceiros é estabelecer relações sólidas e duradouras para criar soluções e comercializá-las. Num mercado em que as pequenas e médias empresas estão em transformação tecnológica contínua, os parceiros devem ter a melhor tecnologia, software e serviços para vender e impulsionar o crescimento dos clientes.

Para nós, é estratégico dotá-los com as ferramentas necessárias para criar novos fluxos de receita e para reforçar a sua posição no crescente mercado de PME.